domingo, 13 de março de 2011

Recife - uma paixão

Em Pernambuco, o Recife... Não me canso de seus encantos, ruas, história...

 Nascer? 
 Nascer!  
Nascer 
Nascer, em qualquer lugar;
(Morrer no Recife, como disse o poeta do azul,  é enganar a morte)
Sobretudo viver no Recife
Respirar suas pontes
Beber do seu rio
Comer dos seus ritmos
arruar em seu traçado urbano
recordando os velhos sobrados
Revivendo as ruas de nomes bonitos
Aurora, saudade, Concórdia, Calçadas
São muitas; de muitos cheiros; muitas cores
Sabores... hummm

3 comentários:

  1. Que bom te saber poeta e blogueiro. Mais uma qualidade que se une às outras que já desfrutamos: a camaradagem e a inteligência.

    Abraço fraterno.
    Te sigo.

    ResponderExcluir
  2. Amei o poema e também amo o poeta. Este, bem mais que ao poema. bjs.

    ResponderExcluir
  3. Quando penso em tuas palavras e lembro com saudades "pelas ruas que andei" sinto imensas saudades dessa cidade que pra mim é a melhor cidade do mundo...DECLARO MINHA PAIXÃO POR MINHA TERRA, POR MINHA GENTE...Simplesmente lindo o poema!

    ResponderExcluir